Vou cuidar de você!

Reprodução

Vou cuidar de você” é a minha frase favorita no mundo inteiro das palavras. Prefiro ela a “Eu te amo” ou “Estou apaixonado por você”. “Vou cuidar de você” supera as expectativas, extrapola as barreiras dos tempos verbais e se eterniza, mesmo que por meio de mera promessa que até pode não ser cumprida pela parte que se diz protetora.

Quando alguém se compromete em cuidar de você, os medos se esvanecem e a insegurança sede espaço para a proteção. Mesmo que os limites do espaço, do tempo e até mesmo das circunstâncias representem empecilhos para a realização do verbo “cuidar”, existe um toque quase angelical de segurança que se propaga por uma humilde vida que passa, então, a se sentir protegida.

 “Vou cuidar de você” é muito mais do que é uma frase… É um sentimento genuíno que transcende o abstratismo das palavras e se transforma em uma inigualável paz de espírito.

Anúncios

Amor mundo afora

Reprodução

“Não existe amor no mundo.” – ouço as pessoas dizerem por aí, e me nego a acreditar em tamanha blasfêmia.

Sei que existem problemas de diversas ordens espalhados pela sociedade afora. Falta bondade para com o estranho, atenção às crianças, e boas intenções despropositadas. Mas, será mesmo que não estamos cercados pelo amor?

Beijos e abraços não são as únicas formas de demonstrar um sentimento genuíno. Prender o cabelo da irmã em um rabo de cavalo, ninar um bebê no colo, pintar as unhas da mãe, brincar de pega-pega com o seu gato pela casa, cozinhar o bolo preferido do esposo, oferecer a mão para alguém que precisa de equilíbrio, ajudar um velhinho a atravessar a rua, dizer “Bom dia” a um desconhecido… Tudo isso também não pode ser chamado de amor?

Para onde quer que você olhe, acredite, existe uma manifestação, mesmo que singela, de bondade. Não ouvir constantemente a frase “Eu te amo” não significa que falta amor no mundo. O que faltam são apenas as palavras.

Observe os seus familiares, seus amigos, as pessoas na esquina, e comprove que, apesar de existir coisas ruins neste mundo, o amor ainda habita as ações humanas expostas todos os dias.

Saudade eterna

Acordei entre lágrimas. Confesso que sentia certo orgulho em dizer que fazia algum tempo que isso não acontecia. Mas, a saudade se manifestou de um jeito diferente, mais dolorido. E hoje eu me permito chorar.

Sinto a falta da minha mãezinha. A saudade é tamanha que oprime meu coração. Invade minha alma. Tenho saudades das nossas conversas, de cada uma das suas palavras, dos seus sorrisos, e das rugas que marcavam a sua testa quando ela ficava preocupada com problemas que eram meus e sequer a pertenciam.

Sinto a falta dos seus olhos me fitando por cima dos óculos de grau, de pintar suas unhas de cores diferentes a cada semana, e de beijar a sua testa depois de dizer “Oi, mãe!”.

Sinto a falta de como ela me conhecia melhor do que eu mesma, de como ela sabia o que eu estava pensando sem que eu precisasse pronunciar uma única palavra, e da sua alegria sincera ao me ver realizar cada um dos meus sonhos.

Sinto a falta de vê-la todos os dias, de caminhar ao seu lado, de estar em seu abraço, e de dizer “Eu te amo, minha mãezinha!”.

Um minuto

Reprodução

A gente tem essa mania de criar obstáculos e achar que tudo neste mundo é difícil ou complicado demais. Mas, basta um minuto do seu tempo para transformar uma vida inteira.

Em um minuto apenas Deus pode atender suas preces, se você orar com fé e sinceridade. Em um minuto uma criança sorri. Um idoso recupera a liberdade. Uma mãe abraça o seu filho. Em um minuto a sua vida muda, se aventura por novos destinos.

Em um minuto a tristeza vai embora. A calúnia é esquecida. O inimigo é perdoado.

Em um minuto você volta a sorrir. Enche o coração de otimismo. E começa a reconhecer diante da vida o poder da bondade e do amor.

Sentir-se amado

Reprodução

Amar é fácil. Não tem lá grandes mistérios. Basta que você esteja no lugar certo, na hora exata e que dê oportunidade para outra pessoa entrar em sua vida. Algumas vezes sequer é necessário fornecer tal oportunidade. Há momentos em que o amor simplesmente acontece e toma conta da sua vida sem que você perceba.

O difícil mesmo é sentir-se amado. Você pode ter um alguém especial na sua vida. O “eu te amo” até pode ser pronunciado. Mas, não há garantias. Palavras não são o bastante para despertar o sentimento de segurança que provém do amor.

Não faz diferença se lhe enviam flores ou escrevem poemas. Sentir-se amado vai além das declarações prestadas de tempos em tempos. Requer atenção e zelo em cada gesto diário, em cada perdão. Você sabe que é amado quando pode contar com a outra pessoa para as lágrimas e para os risos. Ou quando desculpa os erros do outro sem perceber.

O amor vai além dos gestos tramados, e das palavras conhecidas. Por isso, para sentir-se amado é necessário compartilhar mais do que uma cama ou uma união. É preciso sentir que se é importante também para uma outra vida.

(Trey Songz – I need a girl)

Besteiras modernas

Reprodução

Eu costumo ler… Ok, confesso, eu leio muito! Leio revistas, livros, TCCs alheios, folhetos de promoções, e muitas bobagens que os outros escrevem no Facebook, tais como: “O amor acabou”, ou “Vou deixar a fila andar”. Me pergunto se tudo isso é para ser engraçado, ou as pessoas, sei lá, de repente se sentem mais fortes proclamando besteiras pelo feed de notícias.

Não existe esta conversa de que o amor chegou ao fim, ou de que a vez é do próximo (a) que aparecer. Me poupem da hipocrisia! Como pode o amor não dar certo quando sequer houve luta? Ninguém tentou, ninguém defendeu o sentimento!

Hoje em dia parece que tudo se resolve com o troca-a-troca. O excesso de opções, causado pela ótica enganosa do número de amigos que você conserva em uma rede social, não implica em se conquistar um parceiro melhor.

Tenha dó! Em vez de fugir, enfrente e resolva os seus problemas. Romances perfeitos não existem fora dos contos de fada. Relacionamentos são complicados, exigem dedicação. Se os problemas foram capazes de acabar com o seu otimismo, tudo bem, desista. Mas, não diga que o amor acabou. O amor não acaba!!!! O que finda é apenas a minha paciência com a falta de respeito pelas palavras dentro dos seus reais significados. 

(Shontelle – Impossible)